Jazz Contemporâneo e a verdadeira identidade do Jazz Dance

“A dança jazz é tudo que é dançado à música jazz, desde que o movimento corresponda em estilo.”
                           – Jack Cole

O jazz é um movimento que surgiu mutável. Para além de patrimônio cultural, é um estilo de vida, que assim como seus amantes, está em constante desenvolvimento. O Jazz Dance enquanto formato acadêmico e arte profissional, herda muito do Theatre Jazz que passou a introduzir técnicas de dança clássica para aprimorar seus movimentos sincopados com grande consciência do core – centro do corpo – e de linhas fortes que partem dos quadris e do peito. 

                                Jack Cole

Com as evoluções da dança e de novas propostas surgindo, o Jazz Contemporâneo vem de uma mistura e apropriação de conceitos e movimentos da Dança Moderna norte-americana e também dos estudos em Dança Contemporânea. Lester Horton (1906-1953), com sua técnica que partia da posição anatômica dos pés, foi um dos principais influenciadores dessa mistura de estilos e jeitos de se dançar.

           Lester Horton Technique

Esse estilo veio para desafiar os conceitos que já existiam dentro do jazz tradicional. Os enredos ficaram mais fortes e os bailarinos mais expressivos. Não mais necessariamente utilizam-se os quadris como motor de movimento, se tornou possível iniciar a partir de partes menos convencionais, como por exemplo o cotovelo.
Adicionou-se movimentos corriqueiros do dia-a-dia, característica importada dos “Happenings, um tipo de performance que surgiu na década de 1960. Além da desconstrução de movimentos clássicos, mudando os eixos e os pesos.

Sobretudo, o Jazz Contemporâneo, está relacionado a como o professor ou coreógrafo se relaciona com o jazz e com a dança. Diferente da citação de Cole (1911 – 1974), hoje a dança e a música do jazz não correm mais lado a lado. As possibilidades aumentaram e mantém-se fiéis ao conceito dos primórdios do jazz: nunca ser o mesmo.

                                                                    Lex Ishimoto e Taylor Sieve

You may also like